Garota pode ter sido assassinada por ter furtado droga de traficante

Garota pode ter sido assassinada por ter furtado droga de traficante

O último homicídio registrado em Criciúma tem os primeiros avanços na investigação. A morte da usuária de crack, Gabrieli Crotti Alexandre, 20 anos, na noite de terça-feira no Bairro Progresso, segundo a Divisão de Investigação Criminal (DIC), tem envolvimento com o tráfico de drogas, confirmando as versões preliminares obtidas no local do crime pela Polícia Militar.

O delegado responsável pelo caso, coordenador da DIC, André Milanese, ouviu duas pessoas ontem na sede da delegacia, porém, a autoridade policial ressalta que por enquanto, a autoria do assassinato não está identificada.

“Tínhamos informações de um homem, morador da localidade, que teria sido o autor dos tiros, mas ainda não há nada concreto”, revela Milanese.

Assassinada com dois tiros

Segundo ele, a motivação seria que Gabrieli teria furtado drogas de um traficante, e pagou com a vida a audácia para manter o vício da pedra.

Moradora do Progresso, a jovem foi assassinada com dois tiros, um na cabeça e outro na região do tórax, na avenida que leva o nome do bairro por volta das 21h30min. Conforme as policiais, Civil e Militar, este é o 26º homicídio registrado em Criciúma.

 

Textos: Talise Freitas Fotos: Arquivo/Liana Fernandes Fonte: Clicatribuna