Servidores municipais se preparam para negociar acordo coletivo

11/04/2013 18:44

Durante toda esta quinta-feira (11), servidores municipais de Criciúma, Cocal do Sul, Urussanga, Siderópolis, Nova Veneza e Treviso, que integram a direção do sindicato da categoria, estiveram reunidos em um processo de qualificação para o processo de discussão com as administrações municipais sobre salários e condições de trabalho nas prefeituras e em todos os órgãos municipais.
“Esta é uma prática  que o Siserp utiliza para empoderar as pessoas que irão participar das mesas de negociações com os governos conhecendo toda os elementos, crescimento de receitas, gastos, características de cada secretaria e de cada município”, explica a presidenta do sindicato dos servidores de Criciúma, Maria Bárbara Teixeira Righetto. Além disso, pondera a dirigente sindical, o serviço público tem características diferenciadas em relação aos trabalhadores da iniciativa privada.

“Um dos exemplos desta diferença é a questão legal do comprometimento da folha de pagamentos em relação à receita da Prefeitura”, ilustra a presidenta do Siserp. Para esclarecer este ponto, a diretoria do sindicato trouxe a Criciúma um especialista no assunto, Lizeu Mazzione, presidente da Federação dos Trabalhadores Municipais de Santa Catarina.
Ainda conforme Bárbara Teixeira, o rol de reivindicações dos servidores de Criciúma foi definido em assembléia específica para este fim, realizada no dia 4 de março e protocolado na prefeitura no dia seis do mês passado. Os trabalhadores reivindicam o repasse da inflação e aumento real, que juntos totalizem 10%. A primeira rodada de negociações com a administração de Criciúma, a primeira da região, está agendada para o dia 22 próximo, já que a data base da categoria é 1º de abril.
 

Mais informações: Bárbara Teixeira 9919-3339