Na raça Siderópolis fica com o título do Praião

08/03/2014 21:55

A raça, a vontade, o trabalho e um pouco de sorte deram o título do Praião 2014 para a equipe do Sideropólis. Um time novo, que buscava o seu espaço, contou com o trabalho de uma direção renovada, com o comando técnico do Nadinho. A mistura deu certo e o time derrotou a tradicional Carbonifera Criciuma, por 4 a 2, nos pênaltis, na tarde deste sábado.

O troféu foi muito comemorado por todos os integrantes, que tomaram conta da arena do Praião. A vibração era intensa, devido a dificuldade da partida. Durante o tempo normal e prorrogação, o placar permaneceu no zero, ate as penalidades que definiu o novo campeão.

"Aqui é muito trabalho. Quero parabenizar a Carbonífera Criciúma pelo jogo limpo e bonito que fez, times assim que valorizam o praiao. E quero destacar, destacar mesmo, todo o Sideropolis, que abraçaram essa causa, essa paixão e conseguimos esse troféu, que é para a nossa torcida e esses atletas excepcionais. Todos estão de parabéns", comemora o técnico Nadinho, muito emocionado.

Nadinho chegou a quinta final de um praiao e, pela segunda vez, foi o campeão. Além do comandante, o goleiro Pedro Paulo não resistiu e também foi as lágrimas.

"Lutamos por isso é muita gente não acreditava, até pela tradição. Mas estamos aqui para provar e provamos. É nois", grita o camisa 1. Do outro lado, o clima de decepção não poderia ser diferente. O treinador Madeira lamenta a derrota, ainda mais da forma como aconteceu. "Perder nos pênaltis é complicado e o nosso ataque não funcionou desta vez. Mas quero agradecer os jogadores, que também honraram essa camisa. Agora é trabalhar e pensar no próximo Praião", diz o treinador.


A comemoração dos atletas se estendeu pela noite e, em Sideropólis, uma festa foi preparada para recepcionar o futuro campeão.

 

Textos: Colaboração: Mateus Mastella  /  Fotos: Lucas Heckler

Fotos