Colégio Maximiliano Gaidzinski será homenageado nesta quarta-feira

13/05/2014 21:01

Proposição do deputado Valmir Comin celebra os 35 anos da instituição

Uma sessão solene em homenagem aos 35 anos de fundação do Colégio Maximiliano Gaidzinski (CMG), de Cocal do Sul, será realizada pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). O evento, que ocorre amanhã, quarta-feira, dia 14, às 19h30min, será realizado por indicação do deputado estadual Valmir Comin (PP). A reunião será no salão de festas da igreja matriz, na avenida Polidoro Santiago.

A sessão solene, na visão de Comin, reverencia a história do colégio, que durante 35 anos focou na formação profissional, com a garantia de inserção no mercado de trabalho, que é cada vez mais competitivo. “Este colégio faz parte da história de muitas famílias na nossa região. Centenas de pessoas tiveram uma oportunidade de mudar a vida a partir da criação do Colégio Maximiliano Gaidzinski, cabe a nós lembrar e destacar esta importância”, pontuou Comin.

O objetivo da homenagem é destacar a história do colégio que surgiu no fim da década de 70, de um sonho do empresário Edson Gaidzinski, já falecido, que era presidente da empresa Eliane Revestimentos Cerâmicos naquela época. Gaidzinski teve a ideia de criar uma escola para formar seus próprios técnicos, já que no período ocorreu um avanço industrial significativo no setor cerâmico no Sul catarinense. Esta alternativa de garantir mão de obra de nível médio surgiu de uma decisão estratégica e fez história na região.

O diretor da instituição Vilmar Menegon Bristot lembra que os custos desta escola nem eram motivos de preocupação, já que para o presidente, o sonho era mais forte que tudo. Ele relata que nestes 35 anos, mais de 700 técnicos se formaram no colégio. Destes, cerca de 80% atuam no setor cerâmico, em indústrias de revestimentos cerâmicos e outras empresas do mesmo seguimento. “Os nossos técnicos ocupam vagas em empresas importantes na área. O colégio é considerado o melhor no nível técnico de Santa Catarina no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e está entre as 100 melhores escolas técnicas do Brasil, de 27 mil escolas avaliadas em todo o Brasil”, confirmou. 

Colaboração: Kênia Pacheco