Candidatos de Siderópolis debatem propostas

03/08/2012 12:26

Candidatos de Siderópolis debatem propostas

Na manhã desta sexta-feira foi realizado na Câmara de Vereadores de Siderópolis o debate entre os candidatos a prefeitura do município. O debate promovido pela Rádio Difusora juntou os candidatos Hélio Cesa, do PMDB, que tem como vice Roni Remor, do PSD, na coligação “Siderópolis quer muito mais” e Marcos Feltrin, do PP, que tem o vice Ademir Donadel, do mesmo partido, na coligação “Mais por Siderópolis”, para que os candidatos pudessem apresentar suas propostas e se apresentar ao público.

Mediado pelo âncora do programa Difusora Notícias, e colunista do jornal A Tribuna, Charles Cargnin, o debate teve quatro blocos. No 1º bloco a apresentação dos candidatos e duas perguntas entre eles com tema livre. Nos 2º e 3º blocos os candidatos fizeram perguntas entre si, totalizando três perguntas cada sobre os temas: Saúde, Educação, Infraestrutura, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Assistência Social. Já no 4º bloco foram feitas a s perguntas dos meios de comunicação: Jornal A Tribuna, Portal Sidera e Rádio Difusora. O último bloco encerrou com as despedidas dos candidatos.

O debate foi mais acalorado que os demais, muito pela presença dos coordenadores de campanha e alguns colaboradores de cada candidato que estiveram presentes, e diferente dos outros debates não ficaram separados dos candidatos enquanto o debate ocorria. Tanto Hélio Césa como Marcos Feltrin se mostraram calmos, com Hélio se mostrando mais a vontade para responder as perguntas de forma mais espontânea, enquanto Feltrin esteve muito mais ativo nos dados e números repassados pelos coordenadores.

As alfinetadas rolaram dos dois lados, mas Feltrin foi mais incisivo em suas colocações. Dentre os temas debatidos, o que mais esteve na boca dos candidatos foi a Saúde, principalmente a questão dos postos de saúde, que Feltrin afirmava serem 24 horas, enquanto Hélio Césa retrucava dizendo que funcionam apenas 18 horas.

Pergunta A Tribuna / Clicatribuna

Saindo dos temas abordados nas perguntas que os candidatos fizeram entre si. A reportagem do jornal A Tribuna / Clicatribuna abordou a segurança, com a seguinte pergunta: “O problema da segurança é um tema que está presente em todos os municípios. E em Siderópolis não é diferente. Ainda no final do ano passado, aqui mesmo na Câmara de Vereadores, houve uma sessão inteira para discutir a onda de furtos que ocorria no município. Muitos destes furtos estão diretamente ligados às drogas. Como os candidatos pretendem cuidar do assunto Segurança, e quais as propostas de políticas sociais de prevenção para o a redução do uso de drogas?”.

Hélio Césa: “Na nossa proposta de governo, nós vamos nos comprometer com a sociedade de Siderópolis para a criação da nossa Guarda Comunitária. Essa Guarda Comunitária vai fazer com que a gente não ocupe o tempo dos nossos policiais civis e militares, que são tão escassos em Siderópolis e em toda Santa Catarina. Então é compromisso nosso criar essa guarda que vai facilitar a vida da nossa população. E também nós temos um compromisso de instalar câmeras em todo o centro de Siderópolis, para que tenhamos a monitoração de pessoas que vem de fora, para que não tenhamos surpresa com bandidos. E tenho certeza que é importante a presença da Polícia Militar na praça, portanto, eu sou favorável, e nós vamos colocar um espaço um ambiente para que a polícia esteja presente todos os dias, pelo menos para inibir quem venha de fora pra pensar em furto”.

Marcos Feltrin: “O problema da Segurança é o estado que cuida, e Siderópolis não fica diferente ao problema do numero de policiais, e isso é preocupante. O convenio para as câmeras na praça, já foi assinado um convenio através do prefeito Douglas com a ajuda do deputado Comin, para que isso ocorra ainda este ano. Já as políticas sociais se fazem com a primeira dama trabalhando fortemente com a terceira idade, explicando, mostrando. Nós vamos acabar sim com o problema do bandidismo em Siderópolis. Nós temos condições para isso, mas o Estado tem que fazer a parte dele, e nós vamos brigar junto ao governador para que isso ocorra”.

 

Textos: Redação Fotos: Lucas Jorge Fonte: ClicAtribuna