Bancários completam primeira semana de greve amanhã e chamam assembleia

08/10/2015 18:50

A greve dos bancários completa nesta sexta-feira, dia 9, a primeira semana de protesto sem perspectiva de negociação. Na região de Criciúma, das 55 agências, 47 se mantém fechadas envolvendo mais de 800 trabalhadores.

Ocorreu apenas uma alteração no quadro de adesão. O Bradesco fechou em Cocal do Sul e o HSBC abriu em Morro da Fumaça. No país, a paralisação atinge 8.763 agências e centros administrativos, conforme informação da Confederação Nacional dos Bancários Contraf-Cut.

A direção do Sindicato dos Bancários agendou uma assembleia para a próxima terça-feira, dia 13, às 16h30min, no auditório do Sindicato dos Químicos, ao lado do edifício Lucio Cavaler, no bairro Comerciário. Na pauta, a campanha nacional e avaliação da greve.

Os caixas eletrônicos para depósito e saque funcionam normalmente de acordo com cada banco. "Em nossa região temos uma greve tranqüila com uma ótima adesão da categoria", comenta o presidente do Sindicato dos Bancários de Criciúma e região, Edegar Generoso. "O silêncio dos banqueiros nessa primeira semana já era esperado, o que talvez mude com o excelente crescimento da greve a nível nacional. Afinal, são os bancos os responsáveis pela greve e somente uma nova proposta que valorize de fato os bancários é que pode por fim na mesma”, pontua.

Ele ainda destaca a importância da participação de todos os trabalhadores na assembleia na terça-feira para “agregar mais força ao protesto”. A categoria não aceita a proposta de 5,5% de reajuste sobre todas as verbas salariais ( metade da inflação do período estimada em 9.88%) mais abono de R$ 2.500,00, oferecida pelos banqueiros.

A categoria reivindica 16% de aumento (reposição da inflação mais 5,7% de aumento real), valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3299,66 em junho), PLR de três salários mais R$ 7.246,82, defesa do emprego e fim da terceirização entre outros.  A data-base é 1º de outubro.

Texto: Maristela Benedet / Assessoria de Imprensa)