Unidade do Corpo de Bombeiros deve ser implantada para atender os municípios de Nova Veneza, Siderópolis e Treviso

15/08/2013 21:21

Uma reunião nesta quarta-feira, 14, na Câmara de Vereadores de Nova Veneza marcou mais alguns passos para a instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros para atender os municípios de Nova Veneza, Siderópolis e Treviso. O encontro também contou com a presença do Comandante do 4º Batalhão de Bombeiros Militar de Criciúma, Tenente Coronel Lázaro Santin, do prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, o Alemão, dos Presidentes das Câmaras de Vereadores de Siderópolis e de Nova Veneza, Romildo Soares e Alberto Ranacoski, o Betão, respectivamente, além de vereadores dos dois municípios. Representantes do executivo e legislativo de Treviso também foram convidados para a reunião, mas não puderam comparecer.


 

Segundo o Tenente Coronel Lázaro Santin, a necessidade de uma unidade do Corpo de Bombeiros para atender aos três municípios é evidente, porém há uma dificuldade em se tratando de efetivo para a nova unidade. Neste caso, segundo ele, uma das atitudes mais corretas é que os três municípios se unam e solicitem ao governo do estado, 11 bombeiros. “É o ideal”, afirmou.


 

Conforme o Tenente, para a implantação da unidade, é preciso que primeiro seja feito o convênio dos três municípios com o estado, sendo depois analisado o terreno em que será implantado o Corpo de Bombeiros, que por questões técnicas deve ser em Siderópolis. “Com a realização destas etapas, acredito que até 2015 esta unidade do Corpo de Bombeiros já esteja em funcionamento”, enfatizou.


 

Para o prefeito de Siderópolis, Hélio Cesa, o Alemão, a implantação da unidade é fundamental. “Estamos apoiando e vamos colaborar de todas as formas para a instalação do Corpo de Bombeiros, o que gerará mais tranquilidade e segurança para a população dos três municípios”, afirmou. O Presidente do Poder Legislativo de Siderópolis, Romildo Soares, por sua vez, destacou que o empenho dos vereadores será total em prol da instalação do Corpo de Bombeiros. “Estamos à disposição para contribuir no que for necessário”, enalteceu.


 

Um próximo encontro deve acontecer na quarta-feira, 21, em Treviso, quando representantes dos três municípios entregarão o primeiro documento para a implantação da unidade do Corpo de Bombeiros, que é a adesão ao programa, sendo, posteriormente, feito o convênio.


Colaboração: Vanessa Nórdio