Proprietário nega corte de pinheiros no limite entre Siderópolis e Nova Veneza

30/03/2014 11:54

Um dos caminhos mais bonitos e parada obrigatória para qualquer fotógrafo seja ele amador ou profissional, é o caminho dos grandes pinheiros que fica no limite entre o município de Nova Veneza, na comunidade de São José e o município de Siderópolis. A estrada que também é a mais utilizada por turistas e visitantes da Barragem do Rio São Bento, oferece aos utilizadores uma paisagem típica europeia, sendo bem comum ver em suas margens pessoas fazendo uma simples foto para recordação ou até produções mais elaboradas como fotos de noivos. E foi exatamente neste trecho bucólico que nos últimos tempos começaram aparecer boatos nas redes sociais e conversas na cidade de que os pinheiros seriam cortados pelo proprietário da terra.

Em conversa com o Portal Veneza, o bem humorado proprietário, Vilmar Alexandre Viola, 56, e seu filho, Vânio Tramontin Viola, 32, negaram os boatos, afirmando que os pinheiros não correm perigo.

“Plantei estes pinheiros quando o Vânio nasceu, isso faz mais de 32 anos. Minha intenção na época foi justamente deixar a estrada mais bonita e não faz sentido cortá-los agora,” afirmou.

Por se tratar de uma espécie não nativa, oriunda da Europa e América do Norte, Vilmar poderia cortar quando quisesse os pinheiros da espécie Pinheiro Bravo que vivem de 80 a 100 anos, mas dependendo das condições locais podem chegar aos 200 anos. “O boato deve ter surgido quando comentei com algumas pessoas que tinha a intenção de podar alguns galhos, mas não de retirar as árvores, isso economicamente nem vale a pena,” finalizou Vilmar.

Após a conversa, Vilmar e Vânio desistiram até do desbaste, pois é justamente com seus galhos antigos que os 19 pinheiros de quase 30 metros formam a fascinante vista de quem tem o privilégio de passar por aquele caminho. 

Foto: Willians Biehl