Programa Sorriso Feliz ganha mascote Creminho em Siderópolis

15/05/2013 20:04

Estudante de apenas 5 anos teve o desenho escolhido

 

Preocupado em promover a saúde e a prevenção de doenças entre os alunos das escolas municipais, o Governo de Siderópolis apresentou nesta quarta-feira (16), mais um reforço para o Programa Sorriso Feliz – Saúde na Escola, o mascote Creminho. O evento aconteceu a partir das 14h, no Ginásio 19 de Dezembro reuniu mais de 400 alunos.

O estudante da Creche Olivo Cesa, João Pedro Levati de Medeiros, 5 anos, foi o vencedor da criação do mascote “Creminho”. O menino conseguiu passar no seu desenho a importância da escovação. “Fiquei surpresa com a premiação, puxo bastante pela higiene bucal e escovação. Ele gosta de escovar os dentes e é sempre muito caprichoso”, comentou a mãe”, Ivana Levati de Medeiros.

Para a coordenadora do programa, a dentista Jandiara Salvaro, a prevenção diminui o índice de cárie nas escolas do município. “Com a realização de atividades educativas, preventivas e curativas se necessário. Os hábitos inseridos na infância, vão permanecer por todo a vida adulta”, pontuou.

Ela acrescentou que a ação implantada em parceria com as duas secretárias, trabalhando junto, resulta no melhor para a cidade. “Quero agradecer as diretoras e professoras que estão sempre muito receptivas e colaboraram para a realização programa. E a toda equipe da saúde bucal que contribuem para obtermos um grande resultado.”

O vice-prefeito de Siderópolis, Roni Remor, o Lilo, enfatizou a importância de trabalhar os temas em parceria. “As professoras trabalham o tema em sala de aula e a equipe de saúde bucal desenvolve ações de prevenção. A administração municipal será parceira para colocar em pratica estas ações.”

O programa, promovido por meio de ação conjunta das Secretarias de Educação e Saúde, e adaptado às necessidades do município, tem por objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de iniciativas de promoção, prevenção e atenção à saúde, visando o enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

A primeira iniciativa desenvolveu trabalhos educativos focados em conscientização para alimentação saudável e obesidade, o que resultou no mascote  Frutolino.

O programa “Saúde na Escola”, desenvolvido em esfera federal pelos Ministérios da Saúde e Educação, foi criado em 2007 com o objetivo de prevenir e promover a saúde de estudantes de 5 a 19 anos. A iniciativa foi agregada ao Programa Brasil sem Miséria, lançado pela Presidência da República em 2011.
 

Colaboração: Cris Freitas