Mutirão castra 103 animais em Siderópolis

18/03/2014 19:13

Os mutirões de castrações em cães e gatos promovem a diminuição do crescimento desordenado da população canina e felina, visando à promoção do bem-estar animal e da população na saúde pública. Com este intuito que, o Instituto de Defesa dos Direitos dos Animais de Siderópolis (IDDASI) em parceira com o Governo Municipal realizou neste domingo (16) o segundo mutirão de castração no município. Foram castrados 103 animais, sendo 80 cães fêmeas; 2 cães machos;  20 gatas e 1 gato. As cirurgias foram realizadas pelas médicas veterinárias Marina Dante e Kátia Chubaci do “Projeto Castração” que realizam mutirões em todo o estado a preços sociais, com apoio do Ministério Público de Santa Catarina e do GEDDA – Grupo Especial de Defesa dos Direitos Animais do MPSC.

Com o controle populacional de cães e gatos, diminuem-se os riscos de transmissão de doenças, principalmente as zoonoses que podem acometer a população humana. “A cada etapa que cumprimos, percebemos considerável evolução nos atendimentos prestados à comunidade e a eficiência no trabalho dos profissionais envolvidos, isso sem vias de dúvida, se deve à disposição dos nossos voluntários que não medem esforços ao abraçarem esta iniciativa”, enfatizou o prefeito de Siderópolis, Helio Cesa, o Alemão.

A meta é cinco anos para que a população canina seja controlada. Ainda para este ano, mais três mutirões serão realizados. A ação priorizou animais de rua e domiciliadas junto às famílias com renda até três salários. 

Colaboração: Cris Freitas