Deputados cedem a pressão e “engavetam” PL da terceirização

03/09/2013 21:30

Os deputados integrantes da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal, em Brasília, cederam à pressão de trabalhadores e suspenderam a votação do projeto de lei 4330 que pretendia regulamentar a terceirização do trabalho no país. Organizados por sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais trabalhadores invadiram Brasília desde as primeiras horas de segunda-feira (2) e nesta terça-feira (03/09) lotaram gabinetes, corredores e sala da CCJ protestando contra aprovação do projeto e atingiram o objetivo.

A informação é do vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Plásticas, Químicas e Farmacêuticas de Criciúma e Região, Joel Bittencourt, que representou a categoria entre os trabalhadores em Brasília, acompanhado do diretor de Patrimônio e Administração do sindicato, Edson Rebello. “A pressão foi grande, eram milhares de trabalhadores, visitamos os gabinetes dos deputados e, no caso dos deputados de Santa Catarina conseguimos convencer os parlamentares integrantes da CCJ, Onofre Agostini, Jorginho Mello e Esperidião Amin a reverem suas posições e votassem como o presidente da Comissão, o catarinense Décio Lima que já tinha se posicionado contra o PL 4330”, disse Joel.

A classe trabalhadora nacional, ressalta Bittencourt, se uniu em todas as instâncias contra o projeto, apontando a precarização das condições de trabalho e emprego caso o projeto, de autoria do empresário-deputado Sandro Mabel, fosse aprovado. “No fundo, o grande objetivo do projeto é reduzir custos das empresas e aumentar os lucros dos patrões”, definiu o dirigente sindical. Ainda conforme Joel, os deputados da CCJ assumiram o compromisso de adiar indefinidamente a votação do projeto, que poderia ter sido votado nesta terça-feira (3) de forma terminativa, sem necessidade de passar pelo plenário da Câmara. “Foi uma vitória histórica dos trabalhadores”, resumiu o vice-presidente do sindicato de Criciúma.

 

Colabração: Joel Bittencourt 

>SEGURANÇA

Pai leva filhos à morte atirando carro de precipício

  SET 2017 12h26   Um homem de 27 anos arremessou o...

Sala de aula da escola Sílvio Ferraro é alvo de vandalismo

Um incêndio, aparentemente provocado, queimou essa noite parte de uma sala de aula da...

Pelas placas, o Estado de Criciúma e o Estado de Siderópolis

    21 AGO 2017 18h04   A aula de Geografia...