Autoridades vislumbram um novo horizonte para Treviso

23/03/2013 21:53

Com a construção do projeto da Usitesc em Treviso, a cidade e toda a região sul, se prepara para crescer economicamente.

De acordo com o prefeito de Treviso, João Réus Rossi, a preocupação é de que esta obra seja realizada sem prejudicar a população. Segundo dados do IBGE, a cidade tem hoje 3.527 habitantes.

“A gente tem feito estudos e conversado com a empresa, para que ajude na infraestrutura de Treviso. Nós queremos que a cidade cresça com mais atenção a saúde, educação, segurança, entre outros”, relata Rossi.

A Usina Termelétrica Sul Catarinense (Usitesc) é um projeto das Carboníferas Criciúma e Metropolitana. Na tarde de terça-feira, 19, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, garantiu que o carvão mineral será incluído no próximo leilão de energia A-5 pelo Governo Federal.

Segundo o prefeito, esta obra vai ser um grande salto para a cidade. “Vamos poder dizer que a construção dessa usina vai ser um pulo tanto para Treviso, como para toda a região sul. Vamos ter um grande crescimento”, afirma Rossi.

Com a construção inicial da obra, aproximadamente 1.500 pessoas irão trabalhar na cidade. “Treviso ainda não está preparada para receber estas pessoas, mas com o apoio da empresa vamos melhorar a cidade. Esperamos também que essas pessoas, depois da construção, voltem para suas regiões”, comenta o prefeito.

Conforme o Rossi, a usina será construída num terreno próximo à Carbonífera Criciúma, em direção a Lauro Müller, a dois quilômetros do centro.

Portal Satc:  Bruna Mendes